segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Mobiliário: Estudo de expositor de jóias para franquia.



Ideal para ocupar pequenos espaços, corredores de shoppings, este expositor de jóias é uma vitrine, um local de estoque e de prova de diversos tipos de jóia. Seu formato foi inspirado em um anel e de organiza por um totem que o estrutura. Este com a função também voltada para mídia, suporte de logomarcas e para destacar o loca.







Integração de áreas externas de uma pousada em Monte Verde


Projeto de organização e potencialização dos acessos aos diversos corpos desta pousada localizada em Monte Verde. A proposta foi elaborar um projeto básico definindo diretrizes para a ligação das edificações e criar espaços de permanência externos.
Com isto foi criado um gazebo para servir chás ao lado de uma piscina existente, no nível abaixo um espaço pra fogueira e na última foto a abertura para o pequeno lago que entre as árvores criou um cenário de contemplação.








Projeto de Residência em Córrego do Bom Jesus - MG

Projeto de uma residência no município de Córrego do Bom Jesus. Será locada no centro do lote e seus recuos de fundos e frente contam com espaço para futuras ampliações. A casa foi projetada para ser ampliada sem quebras significativas de paredes, bastando apenas a execução de uma abertura para futuro acesso ao terceiro quarto. Não haverá mudanças e janelas e por ter o telhado embutido fica fácil a ampliação do corpo construído sem perder a unidade do conjunto.
É uma casa "embrião" planejada para ser ampliada sem alterações do conjunto e de sua estética. 
Outro fator relevante é a grande área verde que circunda a residência.
Vista geral da edificação evidenciando sua volumetria. A garagem será executada posteriormente à primeira fase da obra e valerá de uma laje em formato orgânico, simples e direta sem alterar o conjunto.
NOTAR A CAIXA VERDE ACIMA DO NÍVEL DO TELHADO. ELA É O OBJETO ORGANIZADOS DOS DEMAIS CÔMODOS É O PONTO GERADOR E O PONTO DE UNIDADE DAS FORMAS. TEORICAMENTE SERIA UMA UNIÃO DE FORMAS FRACAS RESULTANDO EM UM CONJUNTO FORTE. ESTE TIPO DE SOLUÇÃO VIABILIZA TAMBÉM AS SOLUÇÕES DE ORDEM PURAMENTE TÉCNICAS COMO DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA FRIA, TRAVAMENTO ESTRUTURAL, FACILIDADE DE MANUTENÇÃO.

A porta da entrada principal está voltada para o lado direito e não para a rua. Isto assegura mais privacidade e integração com a área externa. Esta parte é protegida por uma espécie de biombo de placas de concreto (ou madeira - a decidir) e será contemplada com área para colocação de redes, e para eventuais atividade de laser. Tudo isto com a porta da sala aberta sem perder a privacidade e a integração interior/exterior. Os graus de acesso foram estudados e graduados da seguinte forma:  Da rua vê-se uma área verde que antecede a edificação. Esta área verde conterá uma passagem de acesso e canteiros. Desta área verde que comunica-se com a rua temos uma reserva por trás dos biombos, que protegem este espaço da visualização e acesso direto da rua. Depois o interno definitivo.
Encontrei esta solução para amenizar os prováveis impactos de vizinhança. 

Vista da lateral direita da casa (sem os muros de fechamento). Notar a porta de acesso principal e a grande janela de vidro. Casas consideradas pequenas precisam de aberturas maiores, menos divisões internas e total aproveitamento dos espaços. Estes devem ser pensados para oferecer a maios possibilidade de usos possível. O corpo em verde é o sanitário e sobre ele está o reservatório de água. Este elemento é o "objeto " organizador dos cômodos e funcionalmente é de fácil acesso e proporciona melhor distribuição das tubulações de água fria.